2 Barcos nao tripulados completam travessia do Atlantico à deriva

O barco não tripulado “WEST” completou na Quarta-feira 12 de Novembro a travessia do Atlântico à deriva. É um feito notável para um barquinho de 1.5m com uma pequena vela, impulsionado pela força do vento e das correntes. Sem leme tudo pode acontecer. Navegou à deriva e foi transmitindo a sua posicão por satélite.

Os alunos da escola Westbrook Middle School, Maine lançaram-no no dia 12 de Janeiro de 2013 no âmbito do programa Educational Passages e desde aí têm estado a segui-lo através do website da NOAA, USA. 

Em breve contaremos em detalhe toda a história do seu seguimento nos últimos dias antes de aterrar, simulações e previsões e a missão do seu salvamento. O WEST ficou danificado como mostram as fotos mas será recuperado e lançado à água novamente para continuar as suas aventuras e fazer novos amigos, quem sabe atravessando novamente o Atlântico. Procuramos apoios e interessados em ajudar nesta aventura. Todos serão bem-vindos, participe e partilhe.

As entidades envolvidas na recuperação do WEST, na divulgação por escolas nacionais e relançamento são:

Por coincidência outro barco – o SCOT, também do programa Educational Passages, aterrou na Galiza um dia depois do WEST na localização que pode ser vista aqui. Foi levado para uma escola tendo despertado enorme curiosidade nas crianças.

O CHARGER, o primeiro destes barquinhos a dar à costa em Portugal, foi reparado este ano pelo IST/ISR/DSOR elançado à água pela EMEPC em 30 de Maio de 2014. Depois disso já completou quase 12,000 km e a sua posição actual pode ser vista aqui ou aqui.

 Leer la noticia directamente de la fuente.